Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Brasil Alfabetizado... Compromisso Urgente!

Imagem
Infelizmente ainda temos necessidade de programas como Brasil Alfabetizado, tendo em vista o número de jovens e adultos que ainda não se apropriaram da leitura e da escrita.
Em reportagem veiculada essa semana a Agência Brasil salienta que:
“Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que, no Brasil, 12,8 milhões de jovens e adultos com 15 anos de idade ou mais não são alfabetizados. O número representa 8% de toda a população nessa faixa etária”.
E no seu município, a quantas anda as Políticas Públicas para a Educação de Jovens e Adultos?
Fiquem atentos... 
“O Ministério da Educação prorrogou até 6 de março o prazo para que estados e municípios possam aderir ao programa Brasil Alfabetizado. Segundo a pasta, a ideia é atender prefeituras e estados com dificuldade de acesso à internet, além de contemplar novos gestores que assumiram as secretarias de educação este ano” Veja a reportagem completa Clicando Aqui!
Fonte: Agência Brasil

Monitoramento Participativo dos Planos de Educação: A luta continua!

Imagem
Como está o monitoramento em seu município? E no estado em que você reside?


Desde setembro de 2016 foi lançado o folheto que orienta sobre a importância do monitoramento participativo dos Planos de Educação.
Com o objetivo de rememorar as referidas orientações compartilho com vocês o artigo orientador publicado pelo De Olho nos Planos.
O artigo destaca a importância do monitoramento participativo dos planos de educação – e como concretizá-lo. Indica sete passos para realizar um monitoramento participativo e efetivo.
“Tornar os planos conhecidos, fortalecer as instâncias de participação e de controle social em educação, realizar conferências de educação, organizar e publicizar informações sobre o atendimento educacional e promover a autoavaliação participativa das unidades educacionais. Essas são algumas das ações que garantem que o monitoramento do cumprimento das metas dos planos de educação seja feito por meio da participação e do controle social (...) O controle social das políticas pú…

Reforma do Ensino Médio... O debate continua?!

Imagem
De algum modo a Comunidade Escolar precisa participar de fato das discussões e encaminhamentos sobre a Reforma do Ensino Médio. Não é mesmo?

Um dos primeiros pontos a serem considerados é a importância da participação da Comunidade Escolar, inclusive e principalmente os(as) professores, estudantes e famílias.
Outra questão, dentre várias, é a coerência entre o que se propõe para o Ensino Médio com as Diretrizes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental (Anos Iniciais: Ciclo de Alfabetização, 40 e 50 ano e Anos Finais: 60 ao 90 ano). Afinal o Ensino Médio e parte da Educação Básica.
Participação é um exercício cotidiano e uma conquista que exige esforço de todos e todas, por meio de debates e reflexões.
É com esse propósito que esse blog vem a público destacar algumas ideias, notícias e políticas públicas educacionais que precisam das nossas opiniões.
Acompanhando as notícias educacionais destaco a segue:
Estudantes, professores e entidades querem participar da reforma do ensino médio
Apr…

A EDUCAÇÃO INTEGRAL EM 2017: Implicações das cinco grandes metas do Plano Nacional de Educação

O que as cinco grandes questões educacionais de 2017 têm a ver com a educação integral?
Quais são as metas? Primeiro objetivo da meta 1: Universalização da Educação Infantil na pré-escola para crianças de 4 a 5 anos de idade; Primeiro objetivo da meta 3:Universalização do atendimento escolar para jovens de 15 a 17 anos de idade; Meta 18:Plano de carreira para os profissionais de educação; Meta 19:Efetivação da gestão democrática da educação; Meta 6:Educação Integral
Conforme destaca João Marinho em Educação & Participação

O Prefeito do seu Município já aderiu ao Programa “Prefeito Amigo das Crianças”?

Imagem
O prefeito do seu município é amigo das crianças? No discurso e na prática?

Criança: Sujeito de Direito... Essa é uma frase recorrente nos discursos de palanque. Mas e na prática? As crianças são ouvidas? Em quais momentos são convidadas a dizer o que desejam e o que pensam sobre as Políticas Públicas para a Infância?
De acordo com a Undime mais 1,2 mil prefeitos já se comprometeram a defender temas ligados à infância.
“Até o momento 1.250 prefeitos dos 26 estados da federação já aderiram ao Programa Prefeito Amigo da Criança (PPAC), uma iniciativa da Fundação Abrinq. O número representa 22% do total de prefeitos no país. O objetivo desta edição, cujo alvo são os prefeitos que assumiram a gestão 2017/ 2020, é alcançar 2.200 municípios em todo o Brasil. O objetivo do programa é mobilizar e apoiar tecnicamente prefeitos, prefeitas e suas equipes na implementação de ações e políticas que resultem em avanços na garantia dos direitos das crianças e adolescentes, fortalecendo os mecanismos pre…

Reforma do Ensino Médio: o debate é o melhor caminho

O debate sobre a Reforma do Ensino Médio não pode ser mais ou menos e nem com a participação de apenas alguns.
Precisamos nos inserir nas reflexões e garantirmos voz nas proposições e encaminhamentos que ainda precisam ser feitas em relação à referida reforma.
Com base em tais questões gostaríamos de compartilhar as análises de Guilherme Perez Cabral, quando destaca que:
“Não tivemos a oportunidade de participar da discussão. Não dá para saber quão melhor (ou pior) seria a reforma se realizada de forma democrática (quero dizer, de forma radicalmente democrática)”.
Leia a reportagem na integra Clicando Aqui!

De Olho nos 100 primeiros dias da Gestão Educacional em seu município

Imagem
Os primeiros 100 dias de gestão educacional precisam ser dias de intensos debates, de avaliações diagnósticas e de proposições que de fato consideram as vozes da Comunidade Escolar.

ROTINA DE ESTUDOS EM CASA... SUCESSO NA CERTA!

Imagem
Se estudar de forma organizada nunca fez parte de sua rotina, é chegada a hora de repensar suas prioridades... Não é mesmo?

Estudar em casa é produtivo se você criar uma rotina de estudos fixa, em vez de se dedicar de maneira aleatória.
Você pode manter o cinema no final de semana, pode dormir um pouco mais nos feriados... Sim! Um bom estudo não requer noites em claro nem renúncia à diversão.
Para aprender melhor é fundamental ter boas noites de sono e tempo para o lazer... Você ficará com mais disposição.
No entanto, não basta ter bons momentos de lazer, ótimas noites de sono se os estudos ficam sempre para depois.
Daí a importância de elaborar um bom roteiro de atividades, respeitar o planejamento, bem como organizar um espaço adequado.
Tudo isso ajuda a manter o foco no que realmente importa, otimiza seu tempo de estudos e ainda melhora seu rendimento acadêmico.

Seguem 11 dicas importantes Ambientes mais silenciosos e livres de distração é a melhor opção.Colocar o ambiente de estudo em ord…

UM ÓTIMO RETORNO ÀS AULAS...

Imagem