Postagens

Normas da Conferência Nacional de Educação estão aprovadas

Imagem
O Regimento da Conferência Nacional de Educação (Conae) 2018 foi aprovado no dia 1º de março, pelo Fórum Nacional de Educação (FNE).
Neste documento constam regras, diretrizes e formas de condução do evento que, este ano, traz como tema central "A Consolidação do Sistema Nacional de Educação (SNE) e do Plano Nacional de Educação (PNE): monitoramento, avaliação e proposição de políticas para a garantia do direito à educação de qualidade social, pública, gratuita e laica".[1]
É de extrema importância a participação da comunidade escolar nesse debate, bem como no processo de monitoramento, avaliação e proposições de políticas.
Saiba Mais sobre o Regimento Interno da Conae 2018.

[1]Portal do MEC

Você Conhece o Programa mais Alfabetização?

Imagem
O Programa Mais Alfabetização foi criado pelo MEC com o objetivo de apoiar escolas no processo de alfabetização dos estudantes de todas as turmas do primeiro e do segundo anos do ensino fundamental.
A expectativa do programa é atender a 4,2 milhões de estudantes em aproximadamente 200 mil turmas espalhadas pelo Brasil.
O Mais Alfabetização faz parte da Política Nacional de Alfabetização, lançada pelo MEC em 2017 para combater a estagnação dos baixos índices registrados pela Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA). O conjunto de iniciativas terá investimento total de R$ 523 milhões.[1]
Bem, o programa está aí. O MEC está incentivando a sua adesão. E você, conhece o Programa?

Aderir ao mesmo significa repensar as Políticas de Alfabetização implementadas ao longo das últimas décadas.

Você já parou pra pensar sobre a Política de Alfabetização do seu estado? E do seu município? Em que medida o Programa Mais Alfabetização proposto pelo MEC contempla as reflexões e proposições da sua Comunidad…

BASE NACIONAL COMUM REQUER DISCUSSÕES E APROFUNDAMENTO COM A COMUNIDADE ESCOLAR

Imagem
A mobilização nacional em torno da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da educação infantil e do ensino fundamental requer envolvimento da comunidade escolar.
A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica.[1]
Após a sua homologação em 20 de dezembro de 2017, é chegada a hora de os estados e municípios se organizarem para a reformulação do documento curricular da Educação Básica.
O documento que já está em vigor trata apenas das diretrizes para os currículos das escolas de educação infantil e ensino fundamental. A base para o ensino médio deverá ser enviada pelo Ministério da Educação ao Conselho Nacional de Educação até o fim de março.[2]
As discussões precisam acontecer não só no sentido de aplicá-la, mas de aprofundar as questões propostas e de inserir no debate os temas que não foram contempla…